TRE-TO 30 anos: a evolução da urna eletrônica

TRE-TO 30 anos: a evolução da urna eletrônica

TRE-TO 30 anos: Sessões de julgamento ontem e hoje
TRE-TO 30 anos: a evolução da urna eletrônica

A primeira eleição realizada no Tocantins foi em 1989, utilizando a antiga urna de lona. Os eleitores depositavam as cédulas de votação preenchidas com a escolha do candidato a presidente e governador.

Em 1996 houve a primeira eleição com a urna eletrônica, na capital, Palmas. O sistema eletrônico garantiu mais celeridade desde a votação até a apuração dos votos.

Nas eleições de 2000 todos os tocantinenses votaram utilizando a urna eletrônica. De lá pra cá, a segurança e a confiabilidade da urna aumenta a cada pleito.

Segurança

São realizados vários testes que comprovam a segurança da urna. E no dia da eleição são feitas duas auditorias. A de tempo real que acontece na própria seção de votação. E a auditoria da votação eletrônica que é realizada na sede do Tribunal.

“As urnas eletrônicas são auditadas em condições normais de uso, na véspera da eleição são sorteadas seis urnas, três que passarão por auditorias nas sessões eleitorais, e três que serão auditadas na sede do TRE. Até hoje nenhum não conformidade foi encontrada”, explicou a secretária da comissão de auditoria de funcionamento da urna eletrônica, Maria Zita Vilela.

O processo eleitoral no Tocantins é altamente seguro. Hoje todos os eleitores do Estado votam por meio da identificação biométrica o que garante que nenhum eleitor irá se passar por outro na hora do voto.

A Justiça Eleitoral não mede esforços para garantir que a votação ocorra de forma segura. E o sucesso e a qualidade desse trabalho podem ser conferidos pelos tocantinenses a cada eleição.

Vídeo 

Confira o vídeo sobre a evolução da urna eletrônica nesses 30 anos.