Relatório aponta grau de satisfação dos serviços prestados nas unidades administrativas do TRE-TO

Relatório aponta grau de satisfação dos serviços prestados nas unidades administrativas do TRE-TO

TRE Brasão SGQ
Brasão SGQ

O Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO) concluiu recentemente a Pesquisa de Satisfação Interna, que teve por objetivo avaliar o grau de satisfação dos servidores da Justiça Eleitoral quanto aos serviços prestados por suas unidades administrativas.

A pesquisa foi realizada pela Assessoria de Pesquisa e Gestão da Qualidade (ASPEQ) entre 12 de dezembro de 2013 a 14 de janeiro de 2014, por meio de questionário eletrônico na intranet, assegurando o sigilo da identidade do entrevistado, através da não identificação dos formulários, bem como da preservação do sigilo individual das respostas pelo sistema. A amostra foi composta pelos servidores efetivos, requisitados e estagiários. Foram ouvidos 165 servidores lotados na Secretaria e 126 nos Cartórios Eleitorais.

Secretaria

Os dados foram compilados e tabulados em um relatório de pesquisa, apresentado à alta administração do Tribunal na última segunda-feira (2).

De acordo com a ASPEQ, os números mostram que a média geral de satisfação por unidades situa-se em patamares médios em 72% para os servidores lotados na Secretaria, e 78% para os lotados nos Cartórios Eleitorais.

“Há de ressaltar o desenho da evidência de um dos princípios da gestão da qualidade, que é a melhoria contínua”, informou a Assessoria por meio da pesquisa.

Cartórios

A pesquisa também avaliou o grau de satisfação dos servidores dos Cartórios Eleitorais no atendimento telefônico, atendimento pessoal, respostas às consultas, agilidade na tramitação de processos, uniformização das informações prestadas, facilidade de acesso, competência técnica dos servidores, abertura para críticas, atualização dos dados na intranet, comunicação com as Zonas Eleitorais.

Pesquisa

De acordo com a Assessoria de Pesquisa e Gestão da Qualidade (ASPEQ), as técnicas mais modernas indicam que as organizações públicas ou privadas, como fator de sobrevivência, devem desenvolver sistemas de qualidade, entre os baseados na norma ISO 9001:2008, onde um dos princípios básicos é o foco no cliente. Daí o surgimento dos serviços de atendimento ao cliente, ou cidadão – SAC, centrais de atendimento 0800 ou ouvidorias, além da realização de pesquisas de satisfação.

Em sintonia com essas novas demandas sociais, o Tribunal iniciou a implantação de um Sistema de Gestão da Qualidade–SGQ, a partir de 2003, certificado de acordo com os requisitos da norma NBR ISSO 9001, a partir de 2005 e Programa de Qualidade da Justiça Eleitoral – PQJE, desde 2012.

Vários benefícios já podem ser mensurados a partir da implantação do SGQ. Entre eles a institucionalização da pesquisa de satisfação de clientes internos, o que proporciona uma percepção mais positiva quanto à organização, fortalecimento das relações de lealdade e confiança desenvolvida em função de uma abertura para participação dos servidores na administração.

O relatório da pesquisa faz parte da política de comunicação com o cliente definida no Sistema de Gestão da Qualidade do TRE-TO.

(Lília Mara/ASCOM)

Últimas notícias postadas

Recentes