TRE-TO promove ação para alunos da Universidade da Maturidade

TRE-TO promove ação para alunos da Universidade da Maturidade

TRE-TO promove ação para alunos da Universidade da Maturidade UMA
Foto: Ângela Karolline

Dando seguimento a uma nova etapa do projeto Agentes da Democracia – formação de eleitores e políticos do futuro, dessa vez voltada a participação do idoso no processo eleitoral brasileiro, a Justiça Eleitoral do Tocantins, por meio da Escola Judiciária Eleitoral (EJE) realizou na tarde desta quarta-feira (3/10 ), atividades de educação política aos alunos da Universidade da Maturidade (UMA), no campus da Universidade Federal do Tocantins (UFT), em Palmas.

A diretora da EJE, desembargadora Ângela Prudente destacou a importância de promover ações de conscientização e cidadania aos idosos, reforçando a necessidade de fomentar a efetiva participação dos maiores de 60 anos no processo democrático. “A educação não tem idade, é um direito garantido a todos. Não existe democracia sem educação cidadã, todos nós temos que dar nossa parcela de contribuição à democracia e participar ativamente do processo eleitoral brasileiro”, disse.

Em sua fala, a magistrada  ressaltou que esta etapa do projeto busca estimular a inclusão sociopolítica dos idosos, que correspondem a uma parcela representativa do eleitorado do Tocantins. “Vocês são uma população crescente e representativa na sociedade brasileira. No Tocantins, o eleitor idoso corresponde a cerca de 14% do eleitorado, e muito nos orgulha perceber que comparecem às urnas e garantem o pleno exercício da cidadania. Com este projeto buscamos estimulá-los a procurar políticas públicas que tragam e garantam a dignidade e qualidade de vida aos nossos idosos”.

Luiz Sinézio Neto, Coordenador da UMA apresentou dados estatísticos da população idosa do país, que soma mais de 23 milhões de brasileiros com idade acima de 60 anos, afirmando que o Brasil está na era do fenômeno do envelhecimento. Também mostrou que o Tocantins é o estado da região norte que, proporcionalmente,  tem o maior numero de idosos em proporção à população total,  cerca de 153.000 idosos, o que corresponde a mais de 10%.

“Para nós, a presença da Justiça Eleitoral aqui na nossa casa tem uma representatividade muito grande, significa dizer que os velhos não estão à margem daquilo que pensamos do ponto de vista de política pública, pensando realmente no velho tocantinense como um indivíduo que ainda tem a sua cidadania em exercício. Precisamos estimular os idosos a saírem da invisibilidade rumo ao protagonismo, sendo protagonista da sua vida e também da vida. Os velhos que estão vivos querem o respeito e querem exercer o seu direito de cidadania, que é o voto”.

“Posso afirmar que, com esses alunos da UMA nós aprendemos mais do que ensinamos. Não existem fronteiras para o conhecimento, essa troca mútua é mais importante do que ficar apenas produzindo um conhecimento interno, endógeno. Que vocês possam absorver as informações trazidas aqui hoje pelo TRE-TO e serem multiplicadores lá fora, levando esse aprendizado a outras pessoas que vocês convivem. Vocês são cidadãos extremamente politizados e a universidade está á disposição para contribuir com esse diálogo entre as instituições e sociedade em geral”, afirmou o vice-diretor do campus da UFT, professor Eduardo Cezari.

Dona Maria do Socorro Pereira, 60 anos de idade, é aluna da UMA há mais de seis anos comemora a participação direta no processo de votação “Atuo como Mesária Voluntária há vários anos, e para mim é um orgulho participar das eleições. Temos que exercer o nosso exercício de cidadania, escolhendo os nossos melhores representantes para o executivo e legislativo”.

Programação

Para dar boas vindas aos participantes do evento, as alunas da UMA realizaram uma calorosa e animada apresentação de Carimbó, dança típica do Pará.

Durante a programação, o analista judiciário do TRE-TO, Adilson Cunha abordou temas relacionados às Eleições Gerais 2018, dentre eles a segurança da votação eletrônica, auditorias do sistema de votação, crimes eleitorais, identificação do eleitor, e o passo a passo da ordem de votação.

As atividades foram encerradas com aplicação do jogo “Eleitor do Futuro em Ação” e votação simulada nas urnas eletrônicas.

Participantes

Também participaram do evento a Coordenadora da UMA, Neila Barbosa Osório, professores e colaboradores da UFT, além servidores da EJE e TRE-TO,  Ana Carina Souto, Juliana  Marques, Elisandra Bega, Paulo Vitor Gutierres e Dourival Reis.

Eva Bandeira – ASCOM/TRE-TO

Últimas notícias postadas

Recentes