Justiça Eleitoral lança pesquisa pública sobre Metas Nacionais para 2020

Na pesquisa o cidadão poderá opinar sobre qual das duas metas ele considera mais importante para a Justiça Eleitoral em 2020.

Ajude a definir as Metas da Justiça Eleitoral para 2020

Para tornar o processo de escolha das Metas Nacionais para a Justiça Eleitoral (JE) o mais participativo possível, a Justiça Eleitoral realiza, no período de 24/7 a 9/8, uma pesquisa de opinião pública para ouvir a sociedade a respeito do que ela considera como prioritária para essa Justiça Especializada em 2020.

Na pesquisa o cidadão poderá opinar sobre qual das duas metas ele considera mais importante para a Justiça Eleitoral em 2020: Realizar ações de incentivo à participação feminina no processo eleitoral; e Realizar ações de fortalecimento das políticas socioambientais e tornar os tribunais eleitorais mais inclusivos e acessíveis.

O cidadão também irá avaliar o grau de importância das metas definidas para 2019. Caso a pesquisa aponte para um grau de importância elevado da meta, a Justiça Eleitoral poderá sugerir a sua permanência no rol das metas para 2020.

“É de suma importância ouvirmos o que o cidadão considera prioritário para 2020. Isso permitirá o aperfeiçoamento da Justiça Eleitoral, a partir da ótica do público externo”, destacou Renata de Sena, Assessora de Planejamento e Gestão Substituta.

Metas

O resultado dessa pesquisa será apresentado ao Conselho Nacional de Justiça que, após análise, submeterá à aprovação no XIII Encontro do Poder Judiciário previsto para acontecer em novembro. Uma vez aprovadas as metas, elas tornam-se obrigatórias para o Poder Judiciário no ano 2020 e o seu grau de cumprimento/execução deverá ser informado periodicamente.

O Conselho Nacional de Justiça (CNJ), em sua Resolução 221/2016, institui princípios para a gestão participativa e democrática na elaboração das metas nacionais do Poder Judiciário. Dessa forma, os processos participativos, em qualquer modalidade, constituem etapa preliminar ao encaminhamento de propostas de metas nacionais ao CNJ.

 

Participe da pesquisa clicando aqui!

 

Últimas notícias postadas

Recentes