Projeto de Inclusão Sociopolítica dos Povos Indígenas é avaliado para concorrer ao Prêmio Innovare

Projeto de Inclusão Sociopolítica dos Povos Indígenas é avaliado para concorrer ao Prêmio Innovare

Entrevista Prêmio Innovare
(Fotos: Lucas Nascimento)

 

O Projeto de Inclusão Sociopolítica dos Povos Indígenas concorre a 16ª edição do Prêmio Innovare, na categoria “Promoção dos Direitos Humanos”. Para continuar na disputa com outras 617 boas práticas inscritas, o auditor Renato Martins Cury compareceu a sede do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins, na tarde desta terça-feira (25/6), para entrevistar os envolvidos no projeto e verificar o alcance do trabalho realizado.

“Preenchemos o questionário e vamos remetê-lo à comissão do Innovare para analisar os dados que foram repassados aqui.  Percebi que o projeto é excelente e inovador e está bem no esteio daquilo que o Innovare busca em novas práticas relacionadas a questão da Justiça”, avaliou.

O coordenador do projeto, juiz Wellington Magalhães, apresentou todas as fases do projeto, vídeos e depoimentos dos eleitores indígenas, bem como o relato do impacto social do projeto para o estado do Tocantins.

“O projeto de Inclusão Sociopolítica dos Povos Indígenas entra numa fase áurea. Agora ele é um projeto permanente da Justiça Eleitoral no Tocantins, demonstrando a preocupação desta instituição com a efetivação dos direitos de cidadania dos povos indígenas”, disse.

Magalhães explicou ainda que o projeto entra em sua terceira fase, com a continuidade de ações voltadas à orientação nas comunidades indígenas. “O projeto segue firme pelos meses que temos a frente e, nesse momento, com a entrevista com o consultor do Innovare apresentamos os resultados de 2018, de modo que nós possamos galgar o reconhecimento a nível nacional, de tão importante prêmio para a Justiça e para o Brasil”.

Participantes

A reunião contou com a presença da secretária de gestão de Pessoas do TRE-TO e diretora executiva da Escola Judiciária Eleitoral Ministro Humberto Gomes de Barros, Cristiane Boechat, a coordenadora de educação e desenvolvimento, Kathiene Pimentel; do assessor de planejamento da diretoria-geral, José Atílio Beber; da assessora de pesquisa estratégica e qualidade, Silvia Helena e dos servidores Dourival Reis e Juliana Bringel.

 

Lília Mara - ASCOM - TRE-TO

Últimas notícias postadas

Recentes