Inovação: auditoria interna do TRE-TO tem início de forma virtual

Trabalho visa avaliar os processos do Sistema de Gestão da Qualidade

Abertura Auditoria Interna TRE-TO 2020
Foto: Lucas Nascimento - TRE-TO

Na tarde desta quinta-feira (4/6) o Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO) deu início, de forma inédita, aos trabalhos virtuais de auditoria interna para avaliação dos 21 processos integrantes do Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ), certificado, da Justiça Eleitoral do Tocantins. Realizada integralmente por meio de videoconferências, a auditoria segue até o próximo 3 de julho e tem como objetivo verificar a conformidade dos processos do SGQ com os requisitos da Norma ISO 9001: 2015 e os requisitos estabelecidos no Programa de Qualidade da Justiça Eleitoral (PQJE).


Durante a reunião de abertura, o diretor-geral do TRE-TO, Francisco Cardoso, destacou a importância da auditoria para a melhoria constante dos processos e frisou os esforços da Justiça Eleitoral para garantir a qualidade dos serviços prestados em tempos de isolamento social. “Estamos fazendo as adaptações necessárias para garantir, controlar e executar todas as atividades na melhor qualidade possível; isso inclui também a adaptação da auditoria para poder ser feita por videoconferência. Continuamos avançando mesmo em tempo de pandemia para que o trabalho não pare”, disse.


Três servidores do TRE-TO e um servidor do TRE-GO fazem parte da equipe auditora, liderada pelo assistente da Assessoria de Pesquisa, Estratégia e Gestão da Qualidade (Aspeq), ASPEQ, Heverson Braga. “O escopo que está sendo auditado é a Gestão do Processo Eleitoral no Estado do Tocantins e a auditoria será baseada em entrevistas e evidências objetivas. Caso haja algum apontamento, observação, não conformidade ou oportunidade de melhoria, isso vai ser colocado no momento da auditoria com o objetivo de aprimorar os processos”, explicou.


Também fazem parte da equipe o assessor de Pesquisa, Estratégia e Gestão da Qualidade (Aspeq), José Paiva; o chefe da 28° ZE de Miranorte, Rogério de Sousa Miranda; e o servidor da Unidade de Assistência da Qualidade do TRE-GO, Ronan Fantes de Santana. “Estou aqui para colaborar com essa auditoria do Regional do Tocantins. Estou muito satisfeito e grato pela oportunidade”, destacou o auditor do Goiás. “Quero destacar a relevância desse evento inédito que demonstra a nossa capacidade de reação aos imprevistos, sem deixar cair a qualidade dos serviços e o funcionamento de toda a gestão, o que já é uma evidência positiva”, complementou Paiva.


Cronograma
Após abertura dos trabalhos, os processos da Alta Direção e da Assessoria de Planejamento da Diretoria Geral foram auditados. Ao todo, mais de 20 processos vão passar pela auditoria interna, com previsão de encerramento das atividades na primeira semana de julho. Neste ano, a novidade fica por conta do processo “prover atendimento de excelência ao cidadão-usuário”, que terá, pela primeira vez, a 29° Zona Eleitoral de Palmas como ZE auditada no dia 10 de junho.

 

Gilsiandry Carvalho – ASCOM TRE-TO

Últimas notícias postadas

Recentes