Planejamento Estratégico

O Planejamento Estratégico do TRE-TO é realizado a nível corporativo, onde são definidos os grandes eixos que a organização quer seguir, quais sejam: missão, visão, valores e objetivos estratégicos. O atual foi contemplado para o período de 2015 a 2020 e foi aprovado pela Resolução n. 326/2015. Esta resolução aprovou ainda o Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação.

Para conhecer, acesse:

2015-2020

Planejamento Estratégico 2015 - 2020 - Revisão de indicadores estratégicos e matriz swot

Planejamento Tático 2015-2020  

Resolução CNJ n. 198/2014  - dispõe sobre o Planejamento e a Gestão Estratégica no âmbito do Poder Judiciário para o período de 2015-2020;

Resolução TRE-TO n. 326/2015 - institui o Planejamento Estratégico no TRE-TO para o período 2015 a 2020.

Resolução TRE-TO n. 430/2018 - institui o Plano Estratégico de Gestão de Pessoas para o período 2018 a 2020.
________________________

2010-2014

Planejamento Estratégico 2013-2014 - Revisão do PETRE 2010-2014

Planejamento Estratégico 2010-2014 

Planejamento Estratégico de Tecnologia da Informação 2010-2014 - aprovado pela Resolução n. 212/2010

Planos de Ação de TI (PDTI): 2012 e 2013

Relatórios do CDTI:

1- Relatório da reunião do CDTI realizada em 31/03/2013

2- Relatório da reunião do CDTI realizada em 13/06/2013

3- Relatório da reunião do CDTI realizada em 20/06/2013 e contida no PAE n. 2.897/2013

4- Relatório da reunião do CDTI realizada em 27/11/2013

Legislação:

Resolução CNJ n. 70/2009  - dispõe sobre o Planejamento e a Gestão Estratégica do Poder Judiciário;

Resolução TRE-TO n. 287/2013 - aprova a revisão do Planejamento Estratégico no TRE-TO para o período 2013 a 2014.

Resolução TRE-TO n. 225/2011 - estabelece a Política de Segurança da Informação no âmbito da Justiça Eleitoral do Tocantins.

Resolução TRE-TO n. 199/2009 - institui o Planejamento Estratégico no TRE-TO para o período 2010 a 2014.

Resolução TSE n. 23.371/2012- dispõe sobre o Planejamento Estratégico na âmbito da Justiça Eleitoral para o período 2012 a 2014.

 

Fonte: ASPLAN-DG

 


 

 

O monitoramento dos resultados é feito nas Reuniões de Análise da Estratégia (RAE’s) pelo Comitê Gestor de Planejamento Estratégico e Governança da Tecnologia da Informação e Comunicação (COGETIC). Ao comitê cabe analisar os resultados alcançados e tomar decisões corretivas para que os objetivos estratégicos sejam alcançados.

Reuniões de Análise da Estratégia (RAE's)

Resultados Anuais de Metas e Indicadores
  • Resultado Ano 2018
  • Resultado Ano 2017
  • Resultado Ano 2016
  • Resultado Ano 2015 

Uma das características do Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins é a busca contínua pala melhoria na elaboração e execução da estratégia. Para tanto, foram desenvolvidos mecanismos de desdobramento da estratégia que contemplam o nível estratégico, tático e operacional. 

Planejamento Estratégico

É realizado a nível corporativo, onde são definidos os grandes eixos que a organização quer seguir, quais sejam: MISSÃO, VISÃO, VALORES E OBJETIVOS ESTRATÉGICOS. O Planejamento Estratégico do TRE-TO foi contemplado para o período de 2015 a 2020 e foi aprovado pela Resolução n. 326/2015.

Planejamento Tático

Coloca em prática as diretrizes definidas no Planejamento Estratégico. No TRE-TO a elaboração do Planejamento Tático inicia-se com a aprovação do Programa de Gestão que é a priorização das iniciativas/projetos que serão executados na gestão do presidente do órgão. Normalmente é para um período de dois anos, logo a cada início de gestão o Planejamento Tático deverá ser revisado e implementado com novas ações.

Planejamento Operacional

É onde são executadas as ações traçadas pelo nível tático. É nesse nível que as unidades executam os projetos, planos de ação e os processos do Sistema de Gestão da Qualidade.