Agentes da Democracia - Formação de Eleitores e Políticos do Futuro

Com o objetivo de despertar a consciência cívica e a preparação do jovem eleitor para participar ativamente da sociedade, principalmente do processo político-eleitoral, o Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins (TRE-TO), por meio da Escola Judiciaria Eleitoral (EJE/TO), lançou o projeto “Agentes da Democracia - Formação de Eleitores e Políticos do Futuro. O lançamento aconteceu no dia 2 de março, no Colégio Estadual Serra das Cordilheiras, no município de Colméia, sede da 16ª Zona Eleitoral.

O projeto busca despertar o interesse e a participação dos estudantes no processo político-eleitoral, a consciência cívica e preparar o jovem eleitor para participar ativamente da sociedade. Além disso, as palestras destacaram a importância do voto, preparando aqueles que irão participar das decisões políticas fundamentais do país, formando cidadãos mais conscientes de seu papel na construção de uma sociedade mais livre e democrática.

A ação nas escolas conta com as palestras “A importância da participação do Jovem no Processo Eleitoral” e “O Político do Futuro: com poder vêm grandes responsabilidades”, além de atividades interativas como: jogo de tabuleiro, eleições simuladas na urna eletrônica e alistamento eleitoral.

O Projeto está sendo realizado em parceria com a Secretaria Estadual de Educação, Juventude e Esportes do Estado do Tocantins (SEDUC). Acesse aqui e conheça o Projeto (vídeo).

Na primeira etapa, o projeto percorreu todas as Zonas Eleitorais do Tocantins, atendendo 73 Escolas Estaduais, conscientizando, capacitando, mobilizando e incluindo social e politicamente os jovens matriculados no ensino médio da rede pública de ensino.

Confira os Relatórios do Projeto:

- Primeira Etapa - 2018/1

- Segunda Etapa - 2018/2

Após percorrer 56 escolas no interior do Estado, engajando mais de 11 mil alunos, o projeto "Agentes da Democracia – Formação de Eleitores e Políticos do Futuro", desenvolvido pela Escola Judiciária Eleitoral (EJE-TO) chegou a Palmas. As atividades foram realizadas no período de 4 a 9 de maio, com início no Colégio de Tempo Integral  Professora Elizângela Glória Cardoso (Clique aqui e confira aqui o vídeo desta ação).

Na segunda etapa, iniciada em 11 de setembro,  o projeto tem a expectativa de alcançar mais de 10 mil alunos, em 30 municípios de 17 Zonas Eleitorais.

Concurso de Redação

Foi lançado o 1º Concurso de Redação da Escola Judiciária Eleitoral do Tocantins, visando a implementação, na forma de Projeto Piloto, objetivando despertar a consciência cívica e a preparação dos jovens eleitores dos municípios de Jaú do Tocantins, São Valério da Natividade, Sucupira e Peixe, para participarem ativamente da sociedade, bem como promover mais aproximação ao processo político-eleitoral brasileiro, valorizando e estimulando a criatividade, o raciocínio, a leitura e o desenvolvimento da linguagem escrita da língua portuguesa.

A diretora da EJE e vice-presidente do TRE-TO e o reitor da Universidade Estadual do Tocantins (Unitins), assinaram Termo de Cooperação Técnica, para disponibilização de profissionais do magistério que, na qualidade de membros da Comissão Julgadora, serão responsáveis pela seleção e avaliação das redações inscritas nos concursos de redação da Escola Judiciária Eleitoral.

Acesse aqui a Coletânea do 1º Concurso de Redação do Projeto Agentes da Democracia - Formação de Eleitores e Políticos do Futuro.

Parlamento Jovem

A pergunta: “Quem aqui gosta de política?”, incomodou o estudante Ilan Rubis a buscar respostas para compreender o que passa na cabeça do jovem eleitor e entender porque muitas pessoas não estão interessadas em participar ativamente das principais decisões no seu País. Durante as palestras do Projeto Agentes da Democracia – Formação de Políticos e Eleitores do Futuro, realizado pelo Tribunal Regional Eleitoral do Tocantins, por meio da Escola Judiciária Eleitoral (EJE), na Escola Estadual Joaquim Pereira da Costa, em Gurupi, Ilan percebeu que vários colegas mostraram total desinteresse pelo assunto e, então, decidiu criar o Projeto: A Política sob Novos Olhares nas Instituições de Ensino Público do Brasil.

Com a ajuda dos professores, o estudante inscreveu o trabalho no Prêmio Parlamento Jovem Brasileiro e foi escolhido para representar o Tocantins em evento na Câmara dos Deputados, em Brasília. Feliz com a oportunidade de mostrar o trabalho para a Nação, o estudante, que vota pela primeira vez esse ano, disse que o projeto visa desconstruir o conceito que muitos jovens têm sobre o que é a política. Muitos pensam no assunto como algo distante, algo errôneo ou negativo. “É preciso desconstruir esse analfabetismo político, porque sabemos que a política é o combustível para designar o destino desse País”, ressaltou.

A diretora da Escola, Débora Ribeiro, explicou a importância do trabalho para o cenário político atual e disse que a conquista deixa toda a equipe alegre.  “O Parlamento Jovem acontece todos os anos, esse concurso é a nível nacional e no Estado do Tocantins o vencedor é o nosso aluno Ilan, que nos deixou muito alegre. Agradecemos muito ao TRE-TO pelo trabalho que foi feito na nossa escola. Que continuem fazendo ações como essas para estimular cada vez mais os nossos jovens”, disse.

O Parlamento Jovem Brasileiro é realizado anualmente e tem por objetivo possibilitar aos alunos de ensino médio de escolas públicas e particulares a vivência do processo democrático, mediante a participação em uma jornada parlamentar na Câmara dos Deputados, em que os estudantes tomam posse e atuam como deputados jovens.

Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais-APAE

Para exercer seu papel de promover a inclusão sociopolítica dos cidadãos, a Justiça Eleitoral do Tocantins, por meio da Escola Judiciária Eleitoral (EJE), realizou mais uma ação de conscientização e cidadania com o projeto, desta vez os envolvidos foram os alunos da Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (APAE) de Palmas. A programação contou com palestra interativa sobre educação política e cidadania, jogo sobre as eleições e votação simulada na urna eletrônica.

A inclusão dos alunos da APAE no processo de orientação para o exercício da cidadania foi destacada pela diretora da instituição de ensino, Luziane Pereira. “Trazer essa atividade para a APAE, em primeiro momento, é uma ação de reconhecimento de pessoas. Eles são pessoas comuns que devem participar da construção da nossa cidadania. O que chama mais atenção nesta ação é a materialização de algo que eles convivem, porque eles veem as propagandas eleitorais, os familiares falando de política, mas muitos deles não têm a oportunidade concreta de votar, e esse momento os faz sentir participantes do processo democrático”, ressaltou.

O agradecimento também veio da presidente da APAE, Aparecida Guedes. “Hoje é um dia muito importante para a nossa instituição, um aprendizado e uma aula para todos nós. Nos sentimos muito honrados de receber vocês, nossos alunos ficam muito felizes quando tem uma ação diferente e tenho certeza que eles levarão para o resto da vida esse aprendizado sobre eleição”, afirmou.

A missão da APAE é, principalmente, atuar na defesa e garantia de direitos para melhorar a condição de vida da pessoa com deficiência intelectual e múltipla. A unidade de Palmas está instalada na quadra 704 Sul, Alameda 14, lote 2 e atende cerca de 260 alunos, que além de atividades educativas, culturais, esportivas, assistência social e de saúde, também contam com ações de divulgação e conscientização dos direitos da pessoa com deficiência, orientação sobre o papel da família na educação do filho e no contexto social. Acesse aqui o vídeo desta ação.

Pessoas Idosas

Em comemoração ao Dia do Idoso, a Escola Judiciária Eleitoral realizou ação tendo como público alvo a terceira idade, com ação realizada pela no Parque Municipal da Pessoa Idosa Francisco Xavier de Oliveira e na Universidade da Maturidade, em Palmas.

A diretora da Escola Judiciária Eleitoral, desembargadora Ângela Prudente, falou um pouco do projeto e destacou a importância da participação no processo democrático. "Acima de 70 anos, o voto se torna facultativo, a participação desses eleitores é muito importante, pois com toda sua experiência de vida podem contribuir sobremaneira para a escolha daqueles que serão nossos representantes. O objetivo dessa nova etapa do Projeto Agentes da Democracia é a promoção de ações acerca da importância da participação dos idosos no processo eleitoral, valorizando-os e estimulando-os a continuarem exercendo sua cidadania, por meio do voto”, ressaltou.

A presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa de Palmas, Simone Fontenelle da Silva, falou da importância da ação. "O TRE do Tocantins está de parabéns por trabalhar a intergeracionalidade, conscientizar os jovens e a pessoa idosa da importância do voto é uma ação de cidadania. O voto do idoso não é só dele é da família toda, e conscientizar da importância do voto além de ser uma ação cidadã contribui para a melhoria do nosso país", afirmou.

Luiz Sinézio Neto, Coordenador da Universidade da Maturidade-UMA apresentou dados estatísticos da população idosa do país, que soma mais de 23 milhões de brasileiros com idade acima de 60 anos, afirmando que o Brasil está na era do fenômeno do envelhecimento. Também mostrou que o Tocantins é o estado da região norte que, proporcionalmente,  tem o maior numero de idosos em proporção à população total,  cerca de 153.000 idosos, o que corresponde a mais de 10%.

“Para nós, a presença da Justiça Eleitoral aqui na nossa casa tem uma representatividade muito grande, significa dizer que os velhos não estão à margem daquilo que pensamos do ponto de vista de política pública, pensando realmente no velho tocantinense como um indivíduo que ainda tem a sua cidadania em exercício. Precisamos estimular os idosos a saírem da invisibilidade rumo ao protagonismo, sendo protagonista da sua vida e também da vida. Os velhos que estão vivos querem o respeito e querem exercer o seu direito de cidadania, que é o voto”.

“Posso afirmar que, com esses alunos da UMA nós aprendemos mais do que ensinamos. Não existem fronteiras para o conhecimento, essa troca mútua é mais importante do que ficar apenas produzindo um conhecimento interno, endógeno. Que vocês possam absorver as informações trazidas aqui hoje pelo TRE-TO e serem multiplicadores lá fora, levando esse aprendizado a outras pessoas que vocês convivem. Vocês são cidadãos extremamente politizados e a universidade está á disposição para contribuir com esse diálogo entre as instituições e sociedade em geral”, afirmou o vice-diretor do campus da UFT, professor Eduardo Cezari.

Dona Maria do Socorro Pereira, 60 anos de idade, é aluna da UMA há mais de seis anos comemora a participação direta no processo de votação “Atuo como Mesária Voluntária há vários anos, e para mim é um orgulho participar das eleições. Temos que exercer o nosso exercício de cidadania, escolhendo os nossos melhores representantes para o executivo e legislativo”.

Durante as palestras, o servidor do TRE-TO Adilson Cunha destacou a importância da participação do idoso no processo eleitoral. "A importância da participação dos idosos se dá pela questão da longevidade dessa população e como ela é importante não só numericamente, como também pela experiência que têm para colaborar com os jovens que estão por participar do processo eleitoral, fazendo-se necessário trazer cada vez mais a consciência a este público para o processo eleitoral", disse.

As atividades do jogo “Eleitor do Futuro em ação”, foram coordenadas pelos servidores Juliana Marques e Dourival Reis. Após o jogo de educação e conscientização política, houve simulação de votação com urnas eletrônicas.

Comunidades Indígenas

Uma nova fase da Inclusão Sociopolítica foi realizada nas comunidades indígenas. Uma equipe da Justiça Eleitoral, por meio da Escola Judiciária Eleitoral do Tocantins passou por aldeias, iniciando pela Etnia Apinajé, no Bico do Papagaio, com duas aldeias compõem a  9ª Zona Eleitoral de Tocantinópolis.

Cartilhas

A Escola Judiciária entrega durante a realização das atividades a cartilha bilíngue "Como Votar na Urna Eletrônica". Acesse as cartilhas:

Português - Apinajé

Português - Javaé

Português - Karajá

Português - Krahô

Português - Xerente

Eleitores indígenas

Nove etnias estão distribuídas de Norte a Sul do Estado do Tocantins, sendo elas: Karajás, Javaés, Apinajés, Xerentes, Xambioás, Krahôs, Krahô-Canela, Pankararu, Avá-Canoeiro. Segundo dados do IBGE 14.243 indígenas vivem no Tocantins, e deste total, 4.285 são eleitores aptos a votarem nas próximas eleições no estado. O número ainda pode aumentar após o encerramento do cadastro eleitoral, dia 9 de maio.

Seções indígenas

5ª ZE de Miracema do Tocantins - Aldeia Porteira, Rio Sono, Brejo Comprido – 4 seções

9ª ZE de Tocantinópolis – Aldeias São José e Mariazinha – 4 seções

13ª ZE de Cristalândia – Aldeia Macaúbas, Santa Isabel do Morro, Fontoura – 5 seções

15ª ZE de Formoso do Araguaia – Aldeia Canoanã e Txuiri – 2 seções

23ª ZE Pedro Afonso – Aldeia Lajeado – 1 seção

32ª ZE de Goiatins – Aldeia Rio Vermelho, Pedra Branca, Cachoeira – 5 seções

33ª ZE de Itacajá – Aldeia Manoel Alves Pequeno e Santa Cruz – 3 seções

34ª ZE de Araguaína - Aldeia Xambioá – 1 seção

Facebook

A mobilização ganhou as redes sociais. Durante as passagens do projeto nas escolas os alunos também fizeram fotos e selfies com as plaquinhas dos “Agentes da Democracia”, os registros foram postadas no Facebook do TRE Tocantins e já possui um alcance de milhares de pessoas.

 

 

Confira a seguir as escolas estaduais contempladas na primeira etapa do Projeto e as notícias publicadas no site oficial deste Tribunal!

Para acessar as fotos, visite o Facebook do TRE Tocantins.  Siga, Curta e Compartilhe!

 

Primeira Etapa (2018/1) 

1. Colméia -  Colégio Estadual Serra das Cordilheiras (2/3)

2. Araguatins - Centro de Ensino Médio Professora Antonina Milhomem (5/3)

3. Augustinópolis - Escola Estadual Manoel Vicente de Souza (6/3)

4. Axixá - Colégio Estadual Marechal Ribas Junior (7/3)

5. Itaguatins - Colégio Estadual Olavo Bilac (8/3)

6. Tocantinópolis - Centro de Ensino Médio Girassol de Tempo Integral Darcy Marinho (9/3)

7. Tocantinópolis - Colégio Dom Orione (12/3)

8. Xambioá - Colégio Estadual José Bonifácio (13/3)

9. Xambioá - Colégio Estadual Professora Juliana Barros (13/3)

10. Wanderlândia - Colégio Nossa Senhora da Conceição (14/3)

11. Porto Nacional - Centro de Ensino Médio Felix Camoa I (22/3)

12.  Paraíso do Tocantins - Centro de Ensino Médio José Alves De Assis (22/3)

13. Porto Nacional - Centro de Ensino Médio Professor Florêncio Aires (23/3)

14. Porto Nacional - Colégio Estadual Dr Pedro Ludovico Teixeira (23/3)

15. Paraíso do Tocantins - Instituto Presbiteriano Vale do Tocantins (23/3)

16. Paraíso do Tocantins - Colégio Estadual Professor Jose Nezio Ramos (23/3)

17. Miracema do Tocantins - Centro de Ensino Médio Dona Filomena Moreira de Paula (26/3)

18. Miracema do Tocantins - Centro de Ensino Médio Santa Terezinha (27/3)

19. Ponte Alta do Tocantins - Colégio Estadual Odolfo Soares (27/3)

20. Aragominas - Colégio Estadual Getúlio Vargas (2/4)

21. Taguatinga - Colégio Estadual Justino de Almeida (2/4)

22. Taguatinga - Colégio Estadual Professor Aureliano(2/4)

23. Araguaína - Colégio Estadual Rui Barbosa (3/4)

24. Araguaína - Centro de Ensino Médio Castelo Branco (3/4)

25. Arraias - Colégio Estadual Professora Joana Batista Cordeiro (3/4)

26. Araguaína - Centro de Ensino Médio Paulo Freire (4/4)

27. Paranã - Colégio Estadual Desembargador Virgilio de Melo Franco (4/4)

28. Araguaína - Centro de Ensino Médio Benjamim José de Almeida (9/4)

29. Filadélfia - Escola Estadual Filadélfia (10/4)

30. Formoso do Araguaia - Colégio Estadual Tiradentes (10/4)

31. Arapoema - Colégio Estadual Ruilon Dias Carneiro (11/4)

32. Alvorada - Colégio Estadual de Alvorada (11/4)

33. Peixe - Colégio Dom Alano (12/4)

34. Colinas do Tocantins - Centro de Ensino Médio Presidente Castelo Branco (12/4)

35. Colinas do Tocantins - Colégio João XXIII (13/4)

36. Gurupi - Centro Ensino Médio Bom Jesus (13/4)

37. Tocantinópolis - Escola Indígena Mãtyk - Aldeia São José (21/4)

38. Tocantinópolis - Escola Indígena Tekator - Aldeia Mariazinha (22/4)

39. Goiatins - Escola Estadual Ada de Assis Teixeira (23/4)

40. Itacajá - Colégio Estadual de Itacajá (24/4)

41. Dianópolis - Colégio Joao D’Abreu (24/4)

42. Dianópolis - Centro de Ensino Médio Antonio Póvoa (24/4)

43. Natividade - Colégio Estadual Dr Quintiliano Da Silva (25/4)

44. Pedro Afonso - Colégio Cristo Rei (25/4)

45. Pedro Afonso - Escola Estadual Alfredo Nasser (25/4)

46. Pedro Afonso - Escola Estadual Ana Amorim (25/4)

47. Pedro Afonso - Escola Estadual Girassol de Tempo Integral Comendador Pádua Fleury (25/4)

48. Pedro Afonso - Escola Estadual de Tempo Integral Maria da Glória (25/4)

49. Guaraí - Centro de Ensino Médio Oquerlina Torres (26/4)

50. Gurupi - Centro de Ensino Médio Ary Ribeiro Valadão Filho (26/4)

51. Gurupi - Escola Estadual Dr. Joaquim Pereira da Costa (26/4)

52. Gurupi - Centro de Ensino Médio de Gurupi (27/4)

53. Miranorte - Centro de Ensino Médio Rui Brasil Cavalcante (27/4)

54. Cristalândia - Colégio Estadual de Cristalândia (30/4)

55. Novo Acordo - Colégio Estadual D. Pedro I (30/4)

56. Palmas - Quadra 206 Norte - Divulgação Alistamento - Colégio da Polícia Militar do Estado do Tocantins (3/5)

57. Palmas - Quadra 303 Norte - Divulgação Alistamento - Colégio Estadual Criança Esperança (3/5)

58. Palmas - Quadra 307 Norte - Divulgação Alistamento - Escola Estadual Vila União (3/5)

59. Palmas - Quadra 106 Sul - Divulgação Alistamento - Escola Estadual Frederico Jose Pedreira Neto (4/5)

60. Palmas - Quadra 1.103 Sul - Divulgação Alistamento - Colégio Estadual Professor Darcy Chaves Cardeal dos Santos (4/5)

61. Palmas - Taquaralto (Setor Santa Fé) - Divulgação Alistamento - Escola Estadual Santa Fé (4/5)

62. Palmas - Aureny III - Divulgação Alistamento - Escola Estadual Liberdade (4/5)

63. Palmas - Quadra 401 Sul - Colégio de Tempo Integral  Professora Elizangela Glória Cardoso (4/5) - Clique aqui e confira o vídeo

64. Palmas - Quadra 806 Sul - Centro de Ensino Médio Tiradentes (4/5) 

65. Palmas - Taquaralto - Centro de Ensino Médio de Taquaralto (7/5)

66. Palmas - Quadra 305 Norte - Centro de Ensino Médio Castro Alves (7/5)

67. Palmas - Taquaralto - Escola Estadual Novo Horizonte (7/5)

68. Palmas - Taquaralto (Setor Sul) - Escola Estadual Setor Sul (7/5)

69. Palmas - Taquari - Escola Estadual Maria dos Reis Alves Barros (8/5)

70. Porto Nacional - Luzimangues - Colégio Estadual Beira Rio (8/5)

71. Palmas - Aureny III - Colégio Estadual Girassol de Tempo Integral Rachel de Queiroz (8/5)

72. Palmas - Taquaruçu - Colégio Estadual Duque de Caxias (9/5)

73. Palmas - Quadra 208 Sul - Colégio Estadual Dom Alano Marie Du Noday (9/5)

 

Segunda Etapa (2018/2)

74. Goianorte - Colégio Estadual Antenor Barreira (11/9)

75. Couto Magalhães - Colégio Archangela Milhomem (12/9)

76. Dois Irmãos do Tocantins - Colégio Estadual Presidente Castelo Branco (13/9)

77. Araguacema - Colégio Estadual de Araguacema (14/9)

78. Santa Rita do Tocantins - Escola Estadual de Primeiro Grau Boa Nova (17/9)

79. Mateiros - Escola Estadual Estefanio Teles das Chagas (17/9)

80. Araguaçu - Instituto Educacional Social Evangélico de Araguaçu (18/9)

81. São Félix do Tocantins - Escola Estadual Sagrado Coração de Jesus (18/9)

82. Sucupira - Colégio Estadual Olavo Bilac (19/9)

83. Peixe - Colégio Dom Alano (19/9)

84. Aparecida do Rio Negro - Colégio de Tempo Integral Meira Matos (19/9)

85. Jaú do Tocantins - Colégio Estadual Adelaide Francisco Soares (20/9)

86. Tocantínia - Colégio Estadual Beatriz Rodrigues da Silva (20/9)

87. São Valério da Natividade - Colégio Estadual Regina Siqueira Campos (21/9)

88. Barrolândia - Colégio Estadual Presidente Tancredo Neves (21/9)

89. Tocantinópolis - Escola Carneiro de Brito (24/9)

90. Aguiarnópolis - Colégio Estadual Nazaré Nunes da Silva (24/9)

91. Aurora do Tocantins - Colégio Estadual Professora Ranulfa (24/9)

92. Combinado - Colégio Estadual Joaquim de Sena e Silva (24/9)

93. Esperantina - Colégio Estadual Joaquina Maria da Silva (25/9)

94. São Sebastião do Tocantins - Colégio Estadual Irio Oliveira Souza (25/9)

95. Conceição do Tocantins - Colégio Estadual Coronel Jose Francisco de Azevedo (25/9)

96. Palmas - APAE Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais (27/9)

97. Monte do Carmo - Colégio Estadual Padre Gama (28/9)

98. Chapada da Natividade - Colégio Estadual Fulgencio Nunes (28/9)

99. Lagoa da Confusão - Colégio Estadual Lagoa da Confusão (1/10)

100. Pugmil - Colégio Estadual Darci Ribeiro (2/10)

101. Divinópolis do Tocantins - Colégio Estadual João Dias Sobrinho (2/10)

102. Palmas - Parque Municipal dos Direitos da Pessoa Idosa de Palmas Universidade da Maturidade-UFT (3/10)

103. Lajeado - Colégio Estadual Nossa Senhora da Providência (4/10)

104. Palmas - Centro Juvenil Salesiano Dom Bosco (4/10)

105. Palmas - Colégio COC Palmas (9/10)

106. Palmas - Centro de Educação Infantil Nicolas Quagliariello Vêncio (10/10)

107. Palmas - Centro de Referência da Assistência Social CRAS Taquaruçu (10/10)

108. Palmas - Colégio Militar - Unidade I (18/10)

109. Palmas - Colégio Olimpo (25/10)


A Vice-Presidente, Corregedora e Diretora da Escola Judiciária Eleitoral, Desembargadora Ângela Prudente, juntamente com o Diretor Executivo, Juiz Membro Henrique Pereira dos Santos e a equipe da EJE, receberam no dia 21 de maio de 2018 o consultor do Instituto Innovare Altivo José da Silva Júnior, para entrevista sobre o Projeto Agentes da Democracia – Formação de Eleitores e Políticos do Futuro, que concorre ao Prêmio da categoria Tribunal.

A Diretora da EJE explicou ao consultor o desenvolvimento do projeto e seus objetivos “temos como objetivo despertar a consciência cívica e a preparação do jovem eleitor para participar ativamente da sociedade e principalmente do processo político-eleitoral”, disse a Desembargadora.

Durante a entrevista, foi ressaltada a primeira etapa do projeto, lançada no dia 2 de março e, em apenas dois meses, percorreu todas as Zonas Eleitorais do Tocantins, contemplando 73 Escolas Estaduais, contando com a participação de mais de 20.000 alunos da rede pública do Tocantins.

A ação nas escolas consiste em atividades expositivas e interativas, com as palestras “A importância da participação do Jovem no Processo Eleitoral” e “O Político do Futuro: com poder vêm grandes responsabilidades”, o jogo de tabuleiro, eleições simuladas na urna eletrônica e o alistamento eleitoral.

Uma parceria com os Cartórios Eleitorais tornou ainda mais efetiva a ação, com a prestação de atendimento especial para os jovens alunos que tiraram o título de eleitor e votarão em 2018 pela primeira vez. Os alunos foram recebidos com muita atenção e carinho para realização do alistamento eleitoral.

Facebook

A mobilização ganhou as redes sociais. Durante as passagens do projeto nas escolas os alunos também fizeram fotos e selfies com as plaquinhas dos “Agentes da Democracia”, os registros foram postados no Facebook do TRE Tocantins e já possui um alcance de milhares de pessoas.

Uma Campanha, com a marca do Projeto, foi desenvolvida pela Assessoria de Comunicação do TRE-TO, chamando os jovens com idade entre 16 e 18 anos incompletos para participarem efetivamente do processo eleitoral.

TRE-TO tem mais três projetos concorrendo ao Prêmio

Também concorrem ao Prêmio outros três projetos do Regional tocantinense: Inclusão Sociopolítica das Comunidades Indígenas, desenvolvido pela Presidência do TRE-TO; o Sistema de Gestão da Qualidade (SGQ), que rege o Processo Eleitoral do TRE-TO, e o projeto Audiências sobre a Lei de Acesso à Informação, desenvolvido pela Ouvidoria Regional Eleitoral.

Sobre o Prêmio

O Prêmio Innovare tem como objetivo identificar, divulgar e difundir práticas que contribuam para o aprimoramento da Justiça no Brasil. Sua criação foi uma dessas raras oportunidades em que uma conjunção de fatores conspira a favor do bem público.

Desde 2004 o Prêmio Innovare vem contribuindo para estimular e disseminar práticas que colaboram para aprimorar a Justiça brasileira.

 

Confira os Relatórios do Projeto:

Primeira Etapa - 2018/1

Segunda Etapa - 2018/2

Acesse aqui e conheça o Projeto (vídeo)

 

Apresentação

É com imensa felicidade que encerramos a primeira etapa do Projeto da Escola Judiciária Eleitoral do Tocantins – “Agentes da Democracia – Formação de Eleitores e Políticos do Futuro”, que iniciou no dia 2 de março e encerrou no dia 9 de maio de 2018.

A educação é um direito de todos, dever do Estado e da família, devendo ser promovida e incentivada com a colaboração da sociedade, visando o pleno desenvolvimento da pessoa e seu preparo para o exercício da cidadania.

Nesse contexto, para o desenvolvimento de uma educação cidadã, entendemos ser necessária uma participação ativa da Justiça Eleitoral na formação direta de eleitores e políticos do futuro, aproximando–a da sociedade em geral e conscientizando a população, especialmente o jovem, do exercício do voto limpo, livre, consciente e responsável, bem como de sua participação na vida política de nosso país.

Estamos vivenciando tempos difíceis, que deixam transparecer um certo desânimo e apatia por parte da sociedade, especialmente dos nossos jovens.

É nesse cenário que a Justiça Eleitoral, por meio da Escola Judiciária Eleitoral do Tocantins, pode e deve protagonizar uma educação cidadã, a fim de fortalecer a democracia brasileira e consolidar o espírito democrático na vida da nação.

Em razão disto, o Projeto “Agentes da Democracia – Formação de Eleitores e Políticos do Futuro” foi concebido para conscientizar, capacitar, mobilizar e incluir social e politicamente os alunos matriculados no ensino médio do nosso Tocantins.

Para a realização do Projeto, contamos a importante parceria da Secretaria Estadual de Educação, Juventude e Esportes do Estado do Tocantins.

E graças ao irrestrito e fundamental apoio da Presidência do Tribunal Regional Eleitoral conseguimos superar a meta estipulada para o ano de 2018, que era contemplar 20 Zonas Eleitorais, atendendo 40 escolas e contemplando 10.000 alunos.

Assim, nesta primeira etapa, percorreremos o Estado de Norte a Sul, visitando as 33 Zonas Eleitorais; com ações em 73 Escolas Estaduais da Rede Pública de Ensino e alcançando diretamente mais de 20.000 alunos da rede pública de ensino.

Encerro esta apresentação, reforçando que agora o nosso maior desafio com o Projeto Agentes da Democracia – Formação de Eleitores e Políticos está em transformar o engajamento jovem em prática perene e crítica.

Desembargadora Ângela Prudente - Diretora da EJE/TO